3.4.06

DECADENT ACTION Manifesto

Decadent Action pode ser o homem [ou a mulher] sentado perto de você no bar, na fila do cinema ou na livraria; eles têm dinheiro em seus bolsos e traquinagens em suas cabeças. Decadent Action é a principal organização de guerrilha anarquista cujo objetivo é destruir o sistema capitalista por meio de uma maciça campanha que prega o bem-estar e gastos excessivos. Planejamos atingir nossas metas promovendo a derrocada do capitalismo por sua própria espada; se você ignorar ou simplesmente negar sua existência, o capitalismo não irá embora, mas uma vez super-alimentado por tempo suficiente poderá entrar em colapso e implodirá. Partimos do princípio econômico simples de produção e demanda e sua relação intrínseca com a inflação para estabelecer nossas teorias. O estado deve controlar estes fatores afim de gerenciar de modo eficiente a economia; insira uma nova carta no jogo – gastos irracionais maciços aparentemente aleatórios em bens de consumo luxuosos – e o governo se torna incapaz de controlar a situação. Isso leva à hiper-inflação e inquietação em larga escala social, levando à desintegração do aparato estatal e colapso do sistema monetário. E como você pode se envolver nessa conspiração de falência governamental sem grandes esforços e sem sujar as mãos? Bem, a resposta é simples: gastar, gastar, gastar! Arrume dinheiro, e gaste-o; simples como isto. Abaixo listamos dez mandamentos que o ajudarão a se tornar um legítimo decadente e a colaborar na ruína do sistema monetário como lhe convenha.
1.Descontos são para perdedores; quando o sistema monetário entrar em colapso suas poucas provisões no banco se tornarão inúteis. Tire tudo e gaste por aí, nas oportunidades que a noite da metrópole oferece. Podemos sugerir alguns hotéis e restaurantes, dependendo de sua localização; ou, se preferir, simplesmente escolha o local mais caro próximo a você, peça aquela lagosta a thermidor e trufas belgas a la bonne maniére e ataque aquele champanhe vintage sem culpa.
2. Comprar é sempre divertido, e você nunca tem roupa cara o suficiente; compre sem culpa aquele Dior ou Versace – só os melhores e mais sofisticados designers – que há tanto tempo lhe seduz. As palavras 'dry clean only' são o que buscamos/procuramos, e roupas finas de qualidade se encontram em qualquer grande cidade. Roupas chiques e estilosas podem introduzi-lo em todos os lugares certos (e errados) e ajudá-lo a convencer outros ricaços a soltar uma grana para nossa causa.
3. Patrocínio governamental e/ou privado é sempre um ótimo jeito de armar uma gastança generalizada. E pode vir de muitas formas – assistência pública, financiamento a empreendimentos, bolsas e subvenções, chantagem e suborno; tudo isso é, antes de tudo, dinheiro para gastar. Experimente começar verificando quão rápido você pode descontar seu cheque de seguro-desemprego num bar ou similar.
4. Nunca, nunca mesmo, aceite chocolate com menos de 60% de cacau sólido. Ackermans, Mars ou Green and Blacks são as marcas que você deve procurar consumir. 5. O crédito é amigo do decadente. É inflacionário, é dinheiro livre, é divertido de gastar. Cartões de crédito são ideais, seus ou de outra pessoa. Agora disponíveis em qualquer grande banco, tudo que você tem que fazer é convencê-los de que pode arcar com os gastos, simples assim. Quando o sistema monetário ruir seu débito irá simplesmente desaparecer. Tente ter sempre consigo pelo menos uma dúzia deles. 6. Comprar sem dinheiro é parte essencial de nosso plano/estratégia. Viu, gostou, comprou. Nunca aceite não como resposta. 7. Passe adiante a mensagem decadente sempre que tiver oportunidade. Recomendamos escrever, estampar ou gravar em cédulas bancárias com slogans pró-consumo apropriados como 'gaste, gaste, gaste' e 'compre agora, rebele-se depois'. 8. Terrorismo e violência contra o estado podem trazer certa diversão e satisfação, mas certifique-se de estar sempre com o equipamento adequado para o serviço. Carabinas de grosso calibre são rústicas e podem danificar suas (caras) roupas. Enfim, se você vai atirar num policial esteja certo de estar usando uma boa arma. 9. A culpa e a moral cristã não tem lugar em nossa filosofia. Deixe isso pra lá e parta direto para a baixaria; passe no sex shop da esquina e bote pra fora o pequeno demônio que existe em você. 10. Escolha as influências e heróis certos – aceite nossa dica e passe o dia das próximas eleições na cama, tomando uns Alexanders ou margueritas, ouvindo algo estimulante e mergulhe em leituras como Baader-Meinhoff, Chomsky, Susie Bright, Harry Roberts, Valerie Solanas, Guy A. Debord, Ken Knabb, Viv Nicholson e outros agitadores do mundo todo. O parco valor do salário mínimo ou tópicos dessa natureza não são uma de nossas preocupações, quando queremos que todo o sistema venha abaixo, quando visamos sua derrocada.
Estas são apenas alguns tópicos ou procedimentos que poderão ajudar na guerra contra o sistema monetário. Se você porventura desejar receber nossa publicação, The Decadent, envie um envelope selado para o endereço abaixo. Convites para restaurantes caros, vinhos finos, champanhe e presentes em geral também são bem-vindos.

Decadent Action, BM Decadence, London WC1N 3XX


3 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí, "implodir para conquistar".

fer disse...

uau!!! quero entrar para esse grupo terrorista! amei!

Anônimo disse...

just dropping by to say hey